11 abril 2016

Fraude


É noite, a minha volta existem pessoas bebendo, sorrindo, amando, vivendo. Penso em você, na lacuna que deixasse na minha vida, do sentido que agora ficou confuso. 
Você foi o erro mais fácil e delicioso de cometer, ascendestes a luz da minha vida e sem aviso apagastes...
Trocamos olhares sinceros, sorrisos tímidos, verdades bruscas, segredos que só nós sabemos, cúmplices de um pecado. Dividi com você meus momentos mais intensos, e essa realidade provisória mudou pra sempre o meu modo de sentir.
Na minha vida tão irregular a tua voz era tranquilizadora,  teu corpo entorpecente, a tua confusão me trazia paz, e agora grito seu nome e escuto o meu eco sem resposta, onde está você? Não consigo mensurar a insegurança que a sua ausência me provoca.
Sinto sua falta, preciso recompor meu coração e ensiná-lo a bater novamente, não tenho mais resiliência, meu orgulho se foi, me pergunto se algum dia esse abismo entre nós irá diminuir, será que essa tristeza indefinida irá acabar? 

Preciso de você!

Enquanto alguém toca meu corpo, eu desejo ser tocada na alma, naquele lugar que somente você alcançou, você me fez sentir a vida, como pular de um penhasco só para apreciar a mais bela paisagem, dá medo, a gente acaba se machucando, e dói, mais é tão lindo...
Volto a sorrir, converso com a pessoa ao lado e comento como a noite está perfeita e a lua luminosa, volto pro meu mundo, para a quele mundo que restou sem você, é insuportável a ideia de que nunca mais sentirei a vida como sentia ao seu lado, então dou continuidade a noite, com sorrisos sem graça, paixões sem calor, e bebida forte, uma fraude, minha vida tornou-se uma fraude! 

Não sei mais quem sou, não me reconheço, você sim, te reconheço em cada sonho, em cada devaneio. fecho os olhos e o desenho do teu sorriso se forma em minha mente, posso sentir o teu gosto, teu cheiro, ah o teu cheiro...

Tudo que restou foram memórias, enquanto a vida passa, você permanece na minha história, sendo aquele parentese aberto, a página que não consegue ser virada, a saudade constante, a lembrança mais doída... recordações guardadas em um lugar seguro em que você viverá pra sempre, meu coração.

Valéria Medeiros.

... O que falta em mim, é você!

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário